Afinal, o que é a gaguez?

Afinal, o que é a gaguez?

Num período em que o tema da Gaguez tem sido debatido publicamente, devido à exposição da política Joacine Katar Moreira, importa esclarecer alguns aspetos básicos relativos a esta patologia que tanta polémica tem gerado.

A gaguez é uma perturbação da fluência que altera o discurso normal da fala1. Em Portugal, estima-se que haja 100 000 pessoas com gaguez, sendo que no mundo são cerca de 68 milhões de pessoas!2

Todos nós experienciamos momentos de disfluência contudo, o que distingue a pessoa que gagueja da pessoa que comete “erros normais” de fluência é o tipo e frequência da disfluência.

As pessoas que gaguejam podem apresentar:

  • Bloqueios. Quando queremos dizer alguma coisa, mas o som ou a palavra não “saem” e ocorre um momento em que não é pronunciado nenhum som. Por exemplo: “Eu quero uma…bolacha.”;
  • Prolongamentos de sons ou sílabas (c c c c c coração);
  • Repetições de sílabas ou palavras (um um um um elefante);
  • Pausas inesperadas entre as palavras (o … meu pai);
  • Movimentos/expressões faciais ou do corpo enquanto fala.

A gaguez pode ter origem genética, neurológica e/ou psicossocial, podendo ser tratada com a ajuda de um Terapeuta da Fala que poderá fornecer estratégias e técnicas que poderão ajudar a produzir um discurso mais fluente.

Esta pode variar de dia para dia, dependendo de vários fatores como, por exemplo, o stress.  As pessoas que gaguejam têm momentos em que o seu discurso pode ser totalmente fluente. Daí surgirem vídeos em que Joacine parece não gaguejar.

Por este motivo, algumas pessoas, manifestaram-se nas redes sociais afirmando que a gaguez de Joacine se tratava de uma estratégia de marketing. Contudo, isto comprova apenas a falta de informação da maior parte da população.

As pessoas com gaguez não têm necessariamente que gaguejar continuamente!

Todos nós, podemos e devemos adotar algumas estratégias quando comunicamos com indivíduos com gaguez, nomeadamente:

  • Falar mais devagar, mas sem perder as características prosódicas;
  • Esperar que a pessoa termine de falar e só depois dizer tudo o que queremos;
  • Perguntar uma coisa de cada vez e aguardar a resposta.
  • Não terminar o discurso da pessoa, pois poderá criar mais stress aumentando a disfluência.
  • Evitar criticar;
  • Transmitir estas estratégias a outras pessoas, para que todos possam proceder corretamente com as pessoas com gaguez.

Na Osteo Performance 360º ao seu dispor para juntos…(quadro idem, autora Dra. Ana Silva – Terapeuta da Fala)

Autora:    Drª Ana Silva – Terapeuta da Fala

 

Bibliografia:

1American Speech-Language-Hearing Association (ASHA), 2019. Stuttering.    https://www.asha.org/public/speech/disorders/stuttering/

2Associação Portuguesa de Gagos. 2019.     http://www.gaguez-apg.com/index.php/gaguez

Share this post