Quer iniciar corrida?

Quer iniciar corrida?

A Corrida / Running é a modalidade com maior expressão entre os desportos amadores e profissionais na atualidade. Provas de curta, longa distância, em asfalto, trilha ou associadas a outras modalidades, como ciclismo, apresentam variáveis a ter em consideração na escolha de sapatilhas / ténis ideais.

  • Em PRIMEIRO lugar deve conhecer-se! 

Frequência cardíaca, peso, morfologia corporal, apoio plantar, entre outros fatores clínicos, são importantes na hora da partida, como essenciais para cortar a meta em segurança e de acordo com os seus objetivos.

  • Defina bem o seu plano de treino!

Quantos dias por semana, horário, distância, tipo de piso, … relembrar que horas de sono e alimentação fazem parte desse planeamento! Os pés suportam em média 4 vezes o peso corporal em corrida e este facto é importante no entendimento da solicitação das articulações e tecidos moles, quer na prevenção, quer no tratamento de lesões e escolha de calçado.

  • Faça fortalecimento muscular!

O fortalecimento de alguns grupos musculares, como os de caracter supinador, é essencial para a contenção das oscilações por excesso de pronação durante o amortecimento dos pés, promovendo também maior tonicidade na ação propulsora no desenvolvimento da corrida.

  • Não se esqueça de alongar!

Os alongamentos são igualmente importantes durante os treinos, porque estruturas articulares condicionadas na sua amplitude de movimento durante as solicitações ao gesto de corrida e do terreno, lesarão a função muscular ao ocasionar processos de compensação que levará à lesão das estruturas.

  • Proteja a sua pele!

A pele estará sujeita a compressões e a atritos conforme o impacto, as oscilações e a progressão da corrida, seja em ambiente quente e seco, como húmido e frio. ACONSELHA-SE A APLICAÇÃO DE VASELINA LÍQUIDA OU CREMES COM BASE DE MANTEIGA DE KARITÉ, criando uma película protetora à irritação e à abrasão, promovidas pelos gestos repetitivos protegendo assim da ocorrência de bolhas.

  • Escolha bem as meias que vai usar!

Nas corridas de longa distância a utilização de meias próprias é tão importante quanto o calçado. O algodão representa a composição indicada para o dia a dia, mas não para a corrida, pois absorvem toda a humidade produzida pela transpiração, deixando-as saturadas e húmidas por mais tempo. Aconselha-se a pesquisa por meias de seda e tecidos técnicos, especiais na manutenção da temperatura dos pés, à proteção solar e na manutenção de um ambiente mais seco quanto possível no interior do calçado.

  • Compre sapatilhas indicadas para si!

Comprar um par de sapatilhas / ténis apenas por recomendação de um amigo não será uma boa opção, segundo o princípio de que os SEUS pés não são idênticos, a biomecânica corporal e o apoio plantar do seu amigo muito menos! Aqui o fator individual prevalece! Os movimentos de supinação e pronação do pé são fisiológicos e apenas os desvios desses movimentos por causa estrutural ou limitação funcional provocam uma caracterização do apoio e consequente lesão. Existem solas que auxiliam no controlo dessa caracterização no apoio plantar, contudo UM DIAGNÓSTICO BIOMECÂNICO PODOLÓGICO É MAIS COMPLEXO E O MAIS INDICADO, relembrando que o necessário para o pé esquerdo pode ser prejudicial para o membro inferior direito (anca, coxa, joelho, perna, tornozelo e pé).

  • Escolha o shore indicado!

A dureza shore, densidade, peso e amortecimento do calçado são tão importantes quanto a escolha de pneus para um automóvel de pista, estrada ou todo-o-terreno. A relação da distância e velocidade devem ser consideradas pois em algumas modalidades o amortecimento é essencial na proteção de irregularidades do terreno, enquanto em provas de velocidade, a maior rigidez do material é auxiliar na performance ao promover melhor propulsão.

  • O calçado difere entre o género masculino e feminino!

A proporção dos pés e a posição da anca são diferentes, pelo que o drop (relação de inclinação em cunha entre o retropé e o antepé) é 3 mm mais alta no calçado feminino.

  • Manutenção e durabilidade do calçado.

Por ser um acessório auxiliar da corrida está sujeito a desgaste e dependendo da frequência de treino em conjunto com o tipo de apoio, peso corporal e terreno, o tempo de vida útil poderá variar entre 600 a 800 Km, segundo alguns autores.

Autor: Dr. Manuel Cerqueira – Podologista

Share this post