Cuidados de Saúde Feminina

Cuidados de Saúde Feminina

Cuidados de Saúde Feminina – Parte I
Banhos de vapor com ervas medicinais

Estes banhos são um tipo de banhos de assento, mas de vapor. Os vapores resultantes de uma infusão de plantas medicinais escolhidas de acordo com o diagnóstico adequado , têm propriedades benéficas não apenas para o sistema reprodutor, como também vão ajudar a relaxar toda a área pélvica e a regular desequilíbrios relacionados com a saúde da mulher. Sendo a mucosa vaginal bastante irrigada, ela absorve facilmente os compostos medicinais das plantas para a circulação sanguínea, tendo assim este método, acção local e sistémica . Daí ser muito importante nunca fazer esta prática sem orientação médica adequada.

Quais os benefícios?

– Ajudam a reduzir dor, inchaço e tensão relacionados com a menstruação;

– Regula o fluxo menstrual em caso de ser demasiado abundante ou escasso; reduz a presença de coágulos durante a menstruação e de corrimentos acastanhados antes e depois da menstruação.

– Ajuda a regular o ciclo menstrual.

– Aumentam a fertilidade.

– Ajudam na recuperação pós-parto (sempre sob orientação médica, tendo em atenção a presença de feridas, suturas, etc)

– Ajudam no tratamento de miomas, quistos, endometriose e prolapso (muito importante ser com acompanhamento, sendo que para cada condição serão indicadas diferentes plantas medicinais)

– Ajudam a prevenir infeções fúngicas e bacterianas.

– Ajudam a limpar os tecidos e a remover toxinas acumuladas.

– Libertam tensões emocionais acumuladas na região do ventre e dão sensação de bem-estar e relaxamento.

Quais os cuidados a ter:

– Evitar fazer durante a menstruação e ovulação;

– Evitar fazer na presença de alguma ferida, infecção ou inflamação

– Esperar que o vapor já não esteja demasiado quente; qualquer sensação desagradável, escuta o teu corpo. Os  banhos de vapor devem ser agradáveis.

– Não fazer banhos de vapor com demasiada frequência, 2 a 3 vezes por mês é o suficiente.

– Não usar óleos essenciais! Estes são demasiado fortes para a mucosa sensível

– Não fazer durante a gravidez;

– Não fazer durante tratamentos de fertilidade assistida

– Não fazer em caso de ter um DIU

Qual a altura ideal para o fazer :

– Entre a menstruação e a ovulação (a partir do dia a seguir ao final da menstruação) – ajuda a limpar restos de células

– Entre a ovulação e a menstruação (se tentas engravidar, não faças nesta fase; faz apenas na 1ª fase do ciclo, pois após a ovulação podes estar grávida e não saber) – ajuda a prevenir sintomas pré-menstruais

Como fazer banhos de vapor?

– Ferver 1 L de água. Colocar 2 a 3 colheres de sopa da mistura de plantas recomendada e tapar. Deixar infusionar 5 minutos.

– Durante este tempo prepare a sua casa de banho; luzes baixas ou velas, música relaxante, temperatura agradável, um bom livro ou revista ou algo que lhe apeteça fazer enquanto faz os banhos de vapor (escrever, focar a atenção no que pretende sanar, cantar, entoar mantras ou apenas estar presente).  Transforme este procedimento num ritual, num mimo para si própria, num momento de relaxamento, recolhimento e paz.

A sua sanita deve estar limpa, mas sem produtos químicos. Pode usar vinagre de álcool para dar uma limpeza, após a qual descarrega o autoclismo.

– Coar as plantas

– Colocar a infusão numa tina/recipiente metálica(o) com tampa que se coloca dentro da sanita e que encaixe entre o assento e o fundo (essa tina será usada sempre apenas para este efeito)

Abrir um pouco a tampa, deixar arrefecer um pouco

Sente-se na sanita. Se estiver demasiado quente e a sensação for desagradável, espere mais um pouco até a temperatura ser agradável.

Quando estiver confortável, permaneça o tempo que quiser, desde que se sinta bem. À medida que deixar de sentir o vapor, pode abrir um pouco mais a tampa do recipiente.

O processo demora em média 20 a 30 minutos.No final deite fora a infusão ou aproveite para regar as plantas.

Descanse, faça uma sesta ou vá dormir depois dos banhos de vapor. Irá descansar e regenerar melhor após estes cuidados, permitindo o processo de cura.

Cuidados de Saúde Feminina – Parte II
Plantas medicinais para banhos de vapor:

Folha de framboesa vermelha: Fortalece a parede do útero e tem propriedades adstringentes – para sangramento excessivo!!! O grande benefício do chá de framboesa é ter propriedades adstringentes. As propriedades adstringentes estão ligadas à presença de taninos. Contribuem para evitar o sangramento excessivo e promover a regeneração. Na verdade, as folhas de framboesa têm um papel na prevenção de aborto espontâneo , auxiliam o parto, o pós-parto, ajudam na endometriose, miomas uterinos e hiperplasia endometrial. Ajuda no tratamento de amenorreia, anemia, dismenorreia e hemorragias, reduz cólicas menstruais e tem propriedades anti-inflamatórias.

Atenção: durante a gravidez pode provocar contrações uterinas e estimular o parto

Trevo dos Prados (trevo vermelho): Propriedades anti-cancerígenas, propriedades anti-inflamatórias, regulação hormonal (síndrome pré-menstrual, menopausa…), melhora a circulação, suporta o Sistema linfático

Atenção: evitar durante a gravidez e em casos de risco de cancro induzido por estrogénios

Lavanda: Calmante, anti-espasmódica, anti-séptica; estimula o fluxo menstrual.

Oregãos:  Estimula a menstruação, tem propriedades anti-sépticas, estimulantes e tónicas. Previne e ajuda a tratar infeções.

Motherwort (Herba leonuri): Acalma palpitações, regula a tensão arterial e diminui a ansiedade. Antiespasmódica (relaxante muscular), diminui a presença de coágulos

Salvia officinalis: poderosa adstringente; ajuda nos sintomas da menopausa, ajuda a regular o ciclo hormonal, ajuda com as alterações de humor, irritabilidade, alivia cólicas menstruais, ajuda a secar o leite para deixar de amamentar, eficaz para alívio de úlceras bucais ou genitais; bom desinfectante oral, usada em gargarejos para inflamações de garganta. Evitar se secura da boca ou vaginal.

Alecrim: Antimicrobiana, anti-inflamatória e cicatrizante, inibe proliferação de fungos e estimula a menstruação. Aumenta a circulação pélvica

Manjericão: Estimula a menstruação e reduz dores menstruais.

Camomila: anti-inflamatória, calmante, alivia tensão.

Pétalas de rosa: anti-inflamatória, calmante, acalma o fígado, anti-espasmódica, anti-oxidante, adstringente; melhora  o estado de humor; ricas em cálcio; ótimas para tonificar o útero nos cuidados pós-parto; ligeiramente adstringente

Urtigas:nutrem o sangue; muito ricas em ferro

Dente-de-leão – Tonificante do fígado e dos rins, planta depurativa e diurética; antioxidante; alivia espasmos e inchaço abdominal, edema e  ajuda no metabolismo; regula a glicemia, rico em ferro.

Atenção! Não usar óleos essenciais

Estas plantas secas podem ser misturadas com sementes de linhaça para se fazerem almofadas de aquecer e colocar sobre o ventre e região lombar. Manter toda esta área quente é um hábito muito importante para a saúde da mulher.

 

Autores: Drª Virginie Freire – Medicina Tradicional Chinesa

Share this post